11 de mai de 2010

Tears for fears: Tears roll down (greatest hits) (1992)




No ano de 94 ganhei 2 cds de aniversário: U2 the Joshua Tree e Tears For fears greatest hits. Foram os primeiros cds que ganhei na minha vida, mas curiosamente o meu primo "premiou" de mim e acabou ficando por isso mesmo (safado! rsrsrs). O que importa é que "Tears roll down" foi um dos discos mais importantes da minha vida, não só pelas canções mas também a própria concepção artística do disco e sobretudo dos clipes. Na época saiu um vhs referente à coletânea, a propósito tínhamos (mas "mofodeu").

Aposto que alguns que lerem vão dizer "Ahhhh Blimbou seu cagão! Esse disco é uma coletânea poha!" , então vai ler o twitter da Sasha poha!!!

Mal humor de lado, falemos do disco... sim! Eu o considero assim, pois, apesar das canções serem de momentos diferentes do TFF, é aquele disco que se ouve do início ao fim literalmente. A coletânea Jump back dos Stones eu pulo umas 3 faixas a cada canção ouvida, então, esse papo de que coletânea é algo 100%, não é não.

"Sowing the seeds of love" é um dos hinos de paz e amor psicodélico mais belos já feito, digno de Lennon, achou que eu disse besteira? A música tem sua base todinha feita em cima de "I'm the walrus" dos Beatles. Tem até uns trompetinhos no melhor estilo "Penny Lane". algo que gosto muito nesse hino do pop, é que ela se transforma tal qual numa orquestra, cheia de revés terminando de forma épica. O clipe dá a dimensão exata do que eu to falando, muito legal mesmo. Lennon e McCartney dariam 10 para Orzabal e Smith. "Mothers talk" também conta com uma homenagem aos Beatles no seu refrão, uma alusão a "We can work it out".


"Everybody wants to rule the world" era a segunda canção do vhs, o garotinho de triciclo, os negros dançarinos e a galera de moto no deserto, super divertido. Lembro que essa canção tocou "Independence day" se não me engano somente no trailer. Essa já não tem tanto revés quanto a anterior, mas cresce na hora do refrão. Basta você ouvir umas vezes e você passa a acompanhar facilmente, até parece que sua mãe já cantava pra você desde pequeno.

"Woman in chains" é a principal balada romântica deles, essa canção conta com Phil Collins na bateria (também pudera, aquela introdução é da pesada). Essa canção rolava num comercial de cigarros, acho que era hollywood, uns carinhas surfando e etc. Não sei que picas eles viram na canção que fosse passível de cigarros e surf, mas pelo menos ajudou a difundir na época (afinal, anos 80 era foda ter acesso as coisas).

"Head over heels" já conta com um refrão um pouco maior, mas não tão menos colante que as demais. Aquele riff que rola na música o tempo todo marca a gente, to até pensando em fazer toque de celular rsrsrs. Outro dia, essa música rolou em "todo mundo odeia o chris", foi muito legal, até parecia que foi feita para aquela cena.

"mad world" é originária do primeiro disco da dupla e está coladinha com "Pale shelter". "Mad world" já foi cantada pelo "R.E.M. e até virou propaganda do game Gears of War.

"Laid so low" é a canção inédita do disco, bem barulhenta e ágil, já é uma espécie de preparação para os fãs. Podem reparar, Orzabal aparece o tempo todo só no clipe inteiro, é na verdade um "prequel" de "Elemental".

"Advice for the youg at heart" é aquela típica canção para se ouvir no café da manhã ou até mesmo no carro em uma manhã ensolarada, com sua mulher gostosa do lado e uma cesta cheia de frutas no banco de trás... rsrsrsrs

até mais

Nota: 9,8

2 comentários:

Manô disse...

Blimbou de Deus! Eu também adoro esse cd!
Eu simplesmente não consigo trocar de música quando começa "I wanted to be with you alone... and talk about the weather"... lembro do clipe da biblioteca, o cara virado em óculos, acho tão fofo!
Como em 92 eu estava na minha transição hard rock pra grunge, acabei comprando esse cd em... lá vou eu ver a data na capinha, que esta aqui, bem ao meu alcance, como todo cd favorito... 06.07.98. Obviamente, já conhecia as músicas e acabei comprando o cd de tanto ver a imagem da capa em camisetas. Nunca me arrependi. Ele é perfeito!

Ah, "Advice for the youg at heart" eu escuto quando vou caminhar, é outra superfofa!

E é uma coletânea melhor que o Jump Back, que eu também pulo algumas faixas, hahaha!

Ah, outra que não esta nesse e que eu amo muito é Closest Thing To Heaven!

Salve o Tias FoFinhas!!!

Blimbou disse...

Nossa que legal!
Aposto que deve ter muito mais gente com história de cumplicidade e carinho com esse disco.

"head over heels" é um caso a parte mesmo, quer levantar o astral... basta ouvir ela!.

Related Posts with Thumbnails