7 de jul de 2010

David Bowie: station to station (1976)




Eis que durante a minha mania de visitar sites de notícias, eu fiquei sabendo que "Station to station" seria reeditado em um versão especial, com cds bônus, lp, fotos e etc.. Eu imagino que é meio complicado justificar o fato de um disco de apenas 6 faixas render tanto disco bônus. Na verdade trata-se de discos com versões diferentes e discos ao vivo.

"kit comeu" do disco "Station to station"


Deixando a notícia de lado, ouvir o Camaleão é uma dádiva para todo ser humano e poder falar dele melhor ainda. Então, nada melhor como usar um fato desses como desculpa para postar mais um discaço do Bowie aqui. Demora muito, vou ter que mudar o nome do blog para "Bowienroll".

Bem, falando do disco... abre com a faixa que dá o nome ao mesmo. "Station to station" já mostra de cara que Bowie vivia a discoteca com intensidade. Sim, baixos bem elaborados e batidas características. A diferença, é que ele não soava agridoce como um Bee Gees, a plasticidade dos vocais e a estruturação das músicas de Bowie fogem completamente à conjutura da disco pop. Eu partircularmente gosto mais da versão ao vivo que tem na trilha sonora de "Christiane F. 13 anos, drogada e prostituída".

"Golden Years" é o grande sucesso desse albúm, até tocou em novela da Globo! Sim, a "Duas Vidas" de Janete Clair (acho que é assim que se escreve, que se foda wikipedia!). Também ouvi essa música num filme do finado Heat Ledger, que ele fazia um cavaleiro cuja armadura era da Nike.

"Wild is the wind" e "Word on a wing" são as canções que o vocal estão no máximo de sua emoção e cumplicidade. É incrível que ao longo dos anos Bowie consegue melhorar a sua voz, podem reparar, comparem com o que ele fazia em 60 e compare com 70, 80 e até mesmo nos ótimos "Hours" e "Reality". É o mesmo papo que rola com os vinhos, quanto mais velho melhor.

Esse disco conta com uma canção que eu gosto muito, chamada "TVC 15", inclusive eu vi uma vez uma apresentação ao vivo dessa canção num programa do tempo do ronca apresentado por Martin Sheen em que Bowie está vestido de mulher. É realmente da pesada! Fica a promessa de eu postar esse vídeo no youtube!

por enquanto é só

NOTA: 10


1 comentários:

Manô disse...

Ninguém como o David... adoro!

Related Posts with Thumbnails