25 de dez de 2010

Senhoras e Senhores... BEADY EYE!!!



Confiram esse sonzaço da pesada!!! Liam Gallagher está de volta com rock n roll no melhor estilo clássico! Confiram.

See ya

Deerhunter: microcastle (2008)

click on the link to download

Pode parecer um pouco tarde para falar de Deerhunter, de fato eu relaxei um pouco e poderia ter abordado o disco deles na época do lançamento, mas como sempre, o babacão aqui sempre deixava pra depois e depois... chegou a hora!

Ao ouvir "Microcastle" eu tive a impressão de estar ouvindo a perfeita fusão entre Brian Eno e Sonic Youth. Isso mesmo, o lirismo levemente eletrônico de Eno com as distorções do Sonic Youth. Tá certo que nem só de Eno e Sonic Youth o Deerhunter é feito, mas essa foi a forma mais direta e sucinta para dar um norte para quem nunca ouviu.

Particularmente, "Microcastle" é um disco para se ouvir somente em determinados momentos, não pense que ele pode ser a trilha sonora da sua festa dos sonhos ou do cooper no fim de tarde ou da transa perfeita. O estilo "Surf music" levemente desacelerado é algo que me agrada muito, mas não pensem que é tão Slow motion assim, "Nothing ever happened" que o digam.

A abertura do álbum é épica, dramática e delirante, com todas aquelas distorções e a batida leve de "Cover me slowly". Depois de uma abertura tão incrível, o disco segue com a minha faixa favorita "Agoraphobia". Me fez pensar em Velvet Underground e Lou Reed com seu vocal meio falado/cantado, é realmente demais. Sem contar todo o trabalho melódico, que apesar de simples é perfeito e fecha muito bem com a entrada dos sintetizadores.

"Saved by old times" soou muito parecido com uma canção dos anos 60 que gosto muito, pode até parecer implicância, mas que já ouvir "Season of the witch" do mestre Donovan certamente vai reconhecer a atmosfera...

"Never Stops" é a canção com maior potencial pop do disco, soa muito com aquele estilo Pixies de ser, tipo "Gigant" ou "Here comes your man". É bom rever a marca do Pixies sendo revisitada de forma inteligente e sem querer soar como oportuna.

"Microscastle" merece um lugarzinho, seja nas pastas de um pc ou ipod ou numa estante de cds.


NOTA: 8,5

21 de dez de 2010

Merry Chistmas n Roll Man!!!






Ahh o natal! Época de presentes... como diz Sheldon, o contrato social... eu acho um saco esperar até a meia noite pra comer e trocar abraços com todo mundo, e ter que ficar ouvindo as mesmas musicas chatas de todo o sempre. Se pelo menos eu ganhasse presente, mas tudo bem...

Resolvi listar algumas musiquinhas para alegar a rockada natalina de cada um de vocês, acredito que tem canção para todos os amantes do bom e velho rock n roll (e aposto que até os não amantes também). É o que vamos ver....

Wham!



A banda de George Michael e Cia, fez esse popzão bem 80 muito legal (torçam o nariz!). Eu lembro que essa música tocava independente de ser o natal. O clipe é bem legal e o interessante é ver o então macho alfa George Michael rsrsrs muita mulher nesse tempo delirava com ele, mal sabiam o segredinho que ele guardava no armário...


McCartney & Wings



Lennon é certamente o mais lembrando por sua "Happy xmas (war is over)", nada contra o idealismo de Lennon, mas essa canção dele, apesar de ser a cara do natal é piégas demais. Além disso, a canção de Lennon já foi tocada até por PAGODEIROS!!! Holy Shit!!!

A primeira vez que ouvi essa música do McCartney foi num cd coletânea de um grupo de coral, o engraçado que eu não fazia a menor idéia de que essa canção era do Sir Paul. Eu ficava ouvindo aquela vocalização logo após o "Ding Dong" no meio da música e dizia "Nossa isso é a cara dos Beatles!" , quando tive o cd em mãos, vi os créditos e... LUKE EU SOU SEU PAI!!!

A versão original do McC com os Wings ... apesar da eletrônica interessante, a vocalização do coral ficou com mais cara de canção do McCartney do que essa! Mas fazer o que? É Natal Mother Fucker!


The Who



"Christmas" do The Who é certamente uma das canções que mais me entusiasma no álbum "Tommy". Chega dessa frescura natalina de chocalhos e mãos dadas! Let's Roll it baby!!!


Ringo Starr


Ringo cansou de ser "I wanna be your man" e desejou "I wanna be you Santa Claus. Isso mesmo, um disco inteiro dedicado ao dia.


The Kinks



Pra fechar com chave de ouro, a mais energética e porrada canção da listinha... THE KINKS!!! KINKS!!!

Play it Loud! Fuck the neighbors!!!


Menções Honrosas: Lou Reed com "Xmas in february", John Lennon com o seu arroz de festa já citado, White Stripes com "Candy cane children", The Flaming Lips "Christmas at the zoo", Coldplay "Christmas lights", Juanes "El Burrito de Belén" (what the fuck?! Ok é uma longa histórias... deixa pra lá) e George Harrison com sua "Ding Dong Ding Dong" de 74. Pode ser que eu tenha esquecido alguma ou também nunca tenha escutado a bagaça.

feliz natal!

6 de dez de 2010

O Clone: Beatles x Padres-pop-brasileiros



No sábado (04/12), fui ao cinema ver o excelente "A rede social" de David Fincher, enquanto esperava a hora da sessão, dei um pulo nas Lojas Americanas para dar uma olhada nos cds. Eis que me deparo com o disco "Erguei as mãos" do "dreamteam" celibatário brasileiro. Marcelo "The Nose" Rossi, Fabio "Jr-Gianechini" de Melo, Juarez Castrol (não tinha apelido, improvisei) e Antônio "Papai papucho" Maria.

Tá na cara que a inspiração foi escancarada né, eu só acho que se fosse pra homenagear os Beatles, o nome ideal para o cd deveria ser "Let it Bless" e não essa coisa óbvia de "erguei as mãos".

Resta saber se os padres aí irão fazer algum show surpresa em algum telhado de igreja, tal como os Beatles no "Rooftop"...


até mais


PS: Parece que o Pe. Fábio "Jr-Gianechini" de Melo sabia que aquela seria a pose do McCartney... esse padre, em breve será assunto no meu outro blog... a verdade virá à tona!

Related Posts with Thumbnails